14 de jan de 2011

Não acreditava mais nesse amor.

Queria que ele vivê-se com todos menos comigo, meu sonho era que minha morte viesse logo, pois eu não sabia viver, e então.. eu era muito infeliz, porque ninguém entendia corretamente meus pensamentos, todos diziam ‘eu te entendo’ mas era mentira, absolutamente ninguém e nada me compreendiam, e eu estava entediada querendo ser a diferente que não amava. Eu até me deixei fazer uma promessa, essa que seria para sempre, e disse palavras a mim mesma que foram faca rasgando minha pele, que foram cordas prendendo meu pescoço, mesmo me machucando fisicamente, eu não queria saber do amor, esperei que ele desistisse de mim. Eu imagino os sorrisos de deboxe dele a mim, pois ele sabe muito bem que nada vive sem o menor numero de amor que seja. Quero que saiba que você não está por aqui por acaso, o amor me deu sua companhia, e ele me disse para não te deixar ir... Porque você foi a que me ensinaria a amar mais uma vez, e dessa vez diferente de todas as outras, porque dessa vez alguém iria me amar de verdade. E então.. você chega aos meus ouvidos para dizer que eu sou tudo que você sempre sonhou. Não sabes como é inexplicável saber que eu sou tão importante na vivencia de outra pessoa, e mais, saber que essa pessoa é importante em minha vida também. Esperarei o tempo que for pedido para poder viver livre com você em algum lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário