30 de mai de 2011

''A vida,

É mesmo muito frágil, uma bobagem, uma irrelevancia diante do amor de quem se ama.''

Nenhum comentário:

Postar um comentário